"borboletas dançando...
há um monte delas no meu estômago
e sempre que estão perto de você
elas apresentam o maior ato de ballet
que um alguém qualquer já viu
só para você, meu bem
só por você"
307 notes . reblog
"Eu chorei, chorei como nunca chorei em toda minha vida. E tudo que eu queria era te ligar, falar em meio das lágrimas tudo aquilo que eu estava sentindo por você, e dai se não sou correspondida? Só quero que você saiba o que ta perdendo, cara. Eu chorei, chorei e chorei, mas só queria ouvir tua voz, ouvir você dizendo pra eu me acalmar, parar de chorar, mas eu não podia. Eu queria te ligar, só que o medo da sua reação de me ver naquele estado era maior, você não merece essas lágrimas, não merece metade do que eu sinto por você. Eu passei perto, eu disquei seu número, eu quase te liguei, você entende? Me diz que entende, preciso que você entenda isso, preciso que você saiba de tudo isso. Se eu te ligasse eu quase morreria antes de ouvir o "alô", mas e dai? Talvez eu iria falar aos berros "eu te amo seu imbecil, se toca". É isso que você é, um imbecil. Só quero que você saiba, quero que você tenha noção do que eu sinto por você (na verdade nem eu mesma sei, prefiro não dar um nome a isso). Fica bem, te quero bem, meu bem.
Com amor,
Eu."
A carta que ele nunca leu.
Theme